14 outubro, 2011

Não há Bimby para ninguém!

Depois de provar e comprovar as maravilhas desta chef de cozinha, optei por não comprá-la.

Tenho quem me faça a comida todos os dias, quem me lave a loiça, não iria poupar no gás porque tenho placa eléctrica e os tempos não estão para aquisições deste tipo.

Para que é que eu queria uma?

Para começar a fazer bolos?
Para fazer cozinhados mais elaborados?
Depois de tentar cada vez mais fazer uma alimentação simples, natural e saudável, seria andar para trás.

Não, não vale a pena para mim. É claro que a máquina é um espectáculo, fiquei com vontade de fazer iogurtes, gelados de fruta, sumos e aventurar-me nos bolos, arroz de pato e outras coisas mais.

Se não andásse a treinar há uns anos como fazer compras sem ser por impulso, tinha comprado. Mas graças á minha dedicação nesta área, ainda com muitas lacunas, é certo, fui-me deitar e ponderar. Hoje acordei com a certeza de que era um erro comprá-la.

6 comentários:

Gorduchita disse...

Nunca fui a nenhuma apresentação mas a minha irmã tem uma e, por muito pouco que goste de cozinhar, continuo a achar que não compensa o valor.
Acho que tomaste uma óptima decisão! :)

Ana M disse...

Concordo contigo, e acho exactamente isso : para mim não faz sentido, quer pelo tempo quer pelo custo, mas admito que deve ser óptimo poder usar :p
Beijinho

Alex disse...

Eu fiz exactamente o mesmo... mas não cheguei a levar esse assunto para o travesseiro... a Bimby não é para mim, não me ia ajudar em nada...

um amiga comprou e esta semana perguntei: então e a bimby, satisfeita? ela: ó pah não tenho tempo... mas como assim??? a bimby não serve precisamente para poupar tempo??? afinal estava enganada!!

Monika Kardoso disse...

É o gadget culinário do momento é por isso que algumas pessoas a compram tal como aconteceu com as máquinas de café da nespresso sem falar do preço exorbitante. E para fazer refeições simples e saudaveis a Bimby não serve!! :)

Borboleta Azul disse...

a bimby é boom culinário do momento, mas a mim também não me cativa...

Tanita disse...

Eu também não me rendi. Faço refeições simples, rápidas, económicas e saudáveis, num fogão a gás e não preciso da bimba.

Percurso