09 maio, 2011

...

Sempre que digo que vou fazer isto ou aquilo, ou emagrecer não sei quantos quilos, ou deixar de comer não sei o quê, ou fazer horas de exercícios, não faço nada disso. Estrago tudo, esqueço tudo.

Já não sei se quero ser magra, ou se só gostava de o ser. Ou se alguma vez o serei.

Por isso estou assim, amuada, comigo e com a dieta. E com a balança. Não quero saber disso agora, pelo menos hoje. Tenho que perder esta ansiedade e deixar andar. Ter cuidados mas não viver obcedada com isso. Pelo menos hoje. Estou farta disto.

É provável que amanhã pense de maneira diferente, mas hoje vai ser assim.

11 comentários:

Loh-la disse...

Vá já viste o que eu fiz no sábado? (3 pacotes de bolacha Maria são quê, umas 100 bolachas?!) e não tinha fome, doía-me a barriga, fui para a cama imensamente enjoada... e ainda comi mais chocolate por cima!...Eu ADORO comida. Óbvio que nunca vou ser daquelas miudas que comem tipo passarinho... só tenho de me controlar - e sim, para sempre, porque não acredito que isto vá passar quando chegar aos 55 :/ mas temos de ter força e juntas conseguimos resistir.

D. disse...

Deixa lá que também tenho muitos dias assim!! Chateia-me que mesmo não fazendo asneiras engorde na mesma! Mas depois já não é nada e a motivação volta. Uns dias piores e outros melhores! Faz parte! Força!

Estrela disse...

Olha estás como eu....hoje estou tão decepcionada com a balança...em vez de emagrecer, engordei e ainda por cima deixei de comer doces...não percebo!!!

Julie disse...

Para se fazer diete e perder algum peso é preciso sobretudo muita força e estabilidade emocional.
Percebo o que descreves... Tb ando assim, cansada de privar-me disto e daquilo. E depois como sacrificio é muito fico sempre à espera que as diferenças sejam notórias e claro... nem sempre são. E aí vem o desanimo...

Talvez o segredo seja ser menos rigorosa, menos exigente apostar na alimentação combinada com o exercicio.
Quanto mais exiegente sou mais ansiosa fico... e ñ resulta.

Beijinhos e muita força

Corre! disse...

Julgo que a dieta fica mais difícil quando nos concentramos no que tiramos das nossas vidas por causa dela. Quando nos focamos no que estamos a acrescentar à nossa vida através da dieta, ficamos mais animador. Tirámos os doces, mas acrescentámos o exercício e o bem que ele nos faz ao humor, aos músculos, ao corpo em geral. Tirámos os fritos, mas acrescentámos a água, que nos hidrata, facilita a purificação do nosso sangue. Ou seja, tirámos coisas que nos faziam mal e substituímos por coisas que nos fazem bem. É motivo de orgulho, independentemente do que a balança nos diga. Há dias menos animadores, de facto... Mas quando não acreditas em ti é bom ter alguém que acredite por ti. Eu acredito! :)

Baleia disse...

Bem, pensei que era a única a sentir-me assim...e logo eu que andava tão empenhada nisto da RA.
Enfim, mas não vou cruzar os braços. Vou reerguer-me e partir para a luta. E tu vens comigo. Nem que seja arrasto! Estamos entendidas?

New Life... disse...

Amei o seu blog, e o seu post! Forças ai, bjs! N desanime!

Luisinha disse...

Ás vezes há fases assim... acho que não vale a pena sequer começares enquanto estiveres assim, porque o mais certo é só fazeres asneira... tenta não engordar e começa a dieta daqui por uns tempos, quando essa fase má já tiver passado!!! Mas anima-te!!! Tu consegues, basta quereres!!!
Bjinhos

Carla disse...

Por vezes é necessário abstrairmo-nos das coisas, dos nossos objectivos maiores. Nem que seja por um dia.Quando "regressamos", faze-mo-lo com mais garra.
Beijinhos
Até mais ler

Jóh disse...

lol és como eu! também me farto de ou 8 ou 80! xD mas força aí! preocupa-te é em ser saudável, equilibrada, e não ser neurótica. assim vais naturalmente mesmo que devagar ao sitio. Bj*

GiH disse...

Muito legal seu blog.
Não desista.

Beijos

Percurso